Reforma trabalhista passa no Senado

Depois de muito tumulto, o Senado Federal aprovou o texto da reforma trabalhista – aquela que gerou tanta comoção e tanta desinformação dois meses atrás.

Fique registrado o ridículo de termos tido três senadoras ocupando a mesa diretora por mais de seis horas para tentar impedir a votação, entre ela Gleisi Hoffmann, atual presidente do PT. É o modo criança birrenta de fazer política: ou o Senado se curva à opinião minoritária delas, ou elas se arrogam o direito de paralisar a instituição – sabendo muito bem, como o sabem todas as crianças que fazem birra, que não serão punidas por isso.